Vídeos

URGENTE VEJA




" });

Notícias em Foco

Mundo dos Esportes

Noticias Itaocara e Região

Saúde em Ação

RÉVEILLON NO UNIÃO 2017

RÉVEILLON NO UNIÃO 2017
CLICK NA FOTO

Galeria de Fotos

» » » CGU abre processo para investigar fornecedora holandesa da Petrobras

O ministro Jorge Hage, da Controladoria-Geral da União, determinou nesta quarta-feira (12) a abertura de um processo para apurar o caso da empresa holandesa SBM Offshore, suspeita de pagar propina a funcionários da Petrobras para obter contratos com a estatal. A firma é uma das maiores empresas de aluguel e operação de plataformas e presta serviços de afretamento desses equipamentos para a estatal.

Se punida pela CGU, a SBM poderá ser impedida de firmar novos contratos com a estatal, segundo informou a assessoria do órgão. Além de suborno, a CGU também vai apurar a possível obtenção de vantagens indevidas por agentes públicos federais.

Nesta quarta, a SBM informou que fechou acordo com o Ministério Público da Holanda e aceitou pagar US$ 240 milhões como punição por pagamentos de propina ocorridos entre 2007 e 2011 no Brasil, na Guiné Equatorial e em Angola (veja mais no vídeo acima e ao final desta reportagem).

Jorge Hage também abriu seis processos para apurar a conduta de empregados, ex-empregados e ex-diretores da Petrobras. O objetivo é responsabilizá-los individualmente, caso se comprove que tenham participado de irregularidades. Segundo a CGU, esses processos "têm contado com a colaboração integral da direção da Petrobras". Leia mais

«
Next
»
Previous