Vídeos

URGENTE VEJA




" });

Notícias em Foco

Mundo dos Esportes

Noticias Itaocara e Região

Saúde em Ação

RÉVEILLON NO UNIÃO 2017

RÉVEILLON NO UNIÃO 2017
CLICK NA FOTO

Galeria de Fotos

» » Juiz Sérgio Moro pede quebra do sigilo bancário de 16 suspeitos de corrupção na Petrobras

 CURITIBA (PR)- O juiz da 13ª Vara Federal do Paraná, Sérgio Moro, determinou nesta terça-feira a quebra de sigilo bancário de 16 dos 23 presos desta nova etapa da Lava-Jato, entre eles o ex-diretor de Engenharia e Serviços da Petrobras, Renato de Souza Duque. Os demais são executivos das empreiteiras.
A Justiça também solicitou a quebra de sigilo de empresas que seriam relacionadas a Duque e ao lobista Fernando Soares, outro investigado no caso. São elas a Technis Planejamento e Gestão em Negócio, a Hawk Eyes Administração e a D3TM Consultoria e Participações Ltda.
Na última semana, a Justiça já havia decidido bloquear as contas das três empresas.
Sérgio Moro ordenou, ainda, que o Banco Central envie à Justiça Federal no Paraná os dados bancários de Fernando Soares. No despacho, são solicitados dados sobre contas, investimentos e outros ativos mantidos entre os dias 5 e 18 de novembro deste ano.
Mais cedo, a CPI mista da Petrobras quebrou o sigilo fiscal, bancário e telefônico do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto. O tesoureiro foi citado na delação premiada de Paulo Roberto Costa como um dos operadores do esquema da Petrobras. Durante a sessão, a base do governo ofereceu resistência para aprovar a quebra de sigilo
O Globo
Ouça!









«
Next
»
Previous