Vídeos

URGENTE VEJA



" });

Notícias em Foco

Mundo dos Esportes

Noticias Itaocara e Região

Saúde em Ação

OS ÚNICOS QUEM?

OS ÚNICOS QUEM?
CLICK NA FOTO

Galeria de Fotos

» » Leilão de bens de Eike é suspenso

Venda estava marcada para acontecer nesta quinta-feira, dia 26

RIO - O leilão de cinco veículos do empresário Eike Batista, marcado para esta quinta-feira, dia 26,foi cancelado por determinação do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, atendendo à solicitação da defesa do ex-bilionário. Não há previsão de quando o pregão será realizado.

Entre os veículos que seriam leiloados estava uma Lamborghini Aventador, ano de fabricação 2011/2012, com lance inicial de R$ 1,62 milhão. Além deste, também estavam listados para irem à leilão um Smart Fortwo CA 62, ano de fabricação 2009, com lance inicial de R$ 30 mil; um Toyota, modelo Hilux SW4 SRV 4x4, ano de fabricação 2006/2007, com lance inicial de R$ 50 mil; o Toyota, modelo Hilux SW4 SRV 4x4, ano de fabricação 2005/2006 (blindado), com lance inicial de R$ 45 mil; e um terceiro Toyota, modelo Hilux SW4 SRV 4x4, ano de fabricação 2006/2007, também blindado, e com lance inicial de R$ 50 mil.

Os cinco carros que pertencem à ex-mulher de Eike Luma de Oliveira e aos filhos da ex-modelo com Eike, Thor e Olin, não integravam o leilão.

Nesta segunda-feira, o juiz Flávio Roberto de Souza foi visto dirigindo um dos carros apreendidos do ex-bilionário, um Porsche Cayenne. Leia



Juiz pediu para carros de Eike serem transferidos para Justiça, revela ofício
Documento sigiloso pede para veículos serem utilizados pela 3ª Vara do RJ.
Magistrado foi flagrado guiando Porsche do empresário, segundo 'Extra'.


Um ofício obtido pelo G1 mostra que o juiz Flávio de Souza, responsável por julgar o processo contra Eike Batista por crimes financeiros, pediu autorização ao Detran para que dois carros que pertenciam ao empresário passassem a ser utilizados pela Justiça Federal. Dentre eles, o Porsche Cayenne que o magistrado foi flagrado dirigindo pelo jornal "Extra" nesta terça-feira (23).


O Detran confirma que acatou a solicitação feita para a transferência provisória dos veículos Toyota Hilux e Porsche Cayenne Turbo S para a Justiça Federal. A corregedoria do órgãoabriu sindicância para apurar o uso do carro pelo magistrado.

O advogado de Eike, Sérgio Bermudes, criticou a ação. "Absurdo o juiz usar contrariamente a lei, o bem cuja apreensão ele decretou. Ele age dolosamente fazendo uso do bem", disse.

Em documento sigiloso, o magistrado pede que os veículos "fiquem à disposição" da 3ª Vara Federal Criminal e que seja confeccionado um certificado de registro provisório para os carros serem utilizados pelo tribunal. A mudança valeria até o "trânsito em julgado da decisão que decretar o perdimento do veículo em favor da União".

Ao G1, o procurador da República José Maria Panoeiro disse que a decisão de colocar os carros à disposição da Vara "não teve concordância do Ministério Público Federal". Leia mais

«
Next
»
Previous