Vídeos

URGENTE VEJA



" });

Notícias em Foco

Mundo dos Esportes

Noticias Itaocara e Região

Saúde em Ação

OS ÚNICOS QUEM?

OS ÚNICOS QUEM?
CLICK NA FOTO

Galeria de Fotos

» » Ministros fizeram reunião com senadores e apresentaram argumentos para o endurecimento das leis trabalhistas

BRASÍLIA - A reunião de mais de duas horas de duração entre uma força-tarefa do governo e senadores líderes de partidos aliados no Planalto para iniciar uma negociação em torno do pacote que restringe acesso a benefícios trabalhistas foi pontuada por críticas ao governo na condução do tema. 

Os dois lados concordaram que as propostas do governo foram mal-explicadas à sociedade e que agora está dando mais trabalho aos parlamentares justificar que as medidas não são perda de direitos, mas ajustes para auxiliar no crescimento da economia. 

Segundo senadores que estiveram no encontro, os ministros demonstraram interesse em flexibilizar as regras, reduzindo o prazo para recebimento do seguro-desemprego, dos 18 meses estabelecidos na MP, e também ajustar a pensão por morte. O senador José Pimentel (PT-CE) sugeriu ao governo estabelecer pensão de 75%, como ocorre no regime geral da previdência. A ideia, relataram participantes, teve a simpatia de ministros da área econômica.

— Todos ressaltaram a preocupação de que essas medidas não foram bem trabalhadas e isso criou um clima de animosidade. Agora, estamos correndo atrás do prejuízo — disse o líder do PT no Senado, Humberto Costa.

«
Next
»
Previous