Vídeos

URGENTE VEJA




" });

Notícias em Foco

Mundo dos Esportes

Noticias Itaocara e Região

Saúde em Ação

RÉVEILLON NO UNIÃO 2017

RÉVEILLON NO UNIÃO 2017
CLICK NA FOTO

Galeria de Fotos

» » Partidos divergem no Senado e adiam eleição da Mesa Diretora

Renan culpou candidatura avulsa de Luiz Henrique por rebeldia de partidos.
Casa já elegeu o presidente, mas ainda precisa definir outros dez cargos.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), decidiu adiar para quarta-feira (4) a eleição da Mesa Diretora diante da divergência entre os partidos, que buscam maior espaço nas secretarias. O alagoano foi reeleito para a presidência no último domingo (1º), mas as legendas ainda tentam acordo para escolher os outros dez nomes que integrarão a cúpula administrativa da Casa.
O que tem provocado rebeldia das legendas, segundo Renan, é o lançamento da candidatura avulsa de Luiz Henrique (PMDB-SC) à presidência da Casa. Na visão do presidente, o candidato desrespeitou o critério de proporcionalidade partidária e abriu precedente para que os demais senadores reivindiquem cargos aos quais não teriam direito.
Tradicionalmente, o Senado respeita o critério da proporcionalidade partidária na escolha de todos os integrantes da Mesa Diretora. Por isso, coube ao PMDB - dono da maior bancada, com 18 senadores em exercício - indicar o cargo mais importantes, de presidente. Renan foi escolhido pelo partido para a disputa, mas como Luiz Henrique levou adiante sua candidatura, o partido entrou na eleição dividido.
A eleição da Mesa estava prevista para esta terça-feira (3), mas o presidente disse que passou o dia em contato com líderes partidários para tentar conter candidaturas avulsas. “A dificuldade é que há uma pulverização de candidaturas para todos os cargos estimulada pela tentativa de quebra da proporcionalidade”, afirmou Renan.
“O parlamento caminha mais facilmente pelo consenso e pelo entendimento, e um dos poucos critérios que temos é a proporcionalidade. Quando você desestimula a proporcionalidade você lima candidaturas de diferentes partidos e isso precisa ser contornado”, completou o senador. Leia mais

«
Next
»
Previous