Vídeos

URGENTE VEJA




" });

Notícias em Foco

Mundo dos Esportes

Noticias Itaocara e Região

Saúde em Ação

RÉVEILLON NO UNIÃO 2017

RÉVEILLON NO UNIÃO 2017
CLICK NA FOTO

Galeria de Fotos

» » Delatores relacionam tesoureiro do PT a esquema investigado na Lava Jato

Em depoimentos, eles disseram que Vaccari pediu doações de origem ilícita.
Defesa diz que ele 'repudia' teor das delações e que doações foram legais.

Dois novos depoimentos de executivos de empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato relacionam o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, ao desvio de dinheiro em obras da Petrobras.

Gerson Almada, um dos presos da Lava Jato e ex-vice-presidente da Engevix, e Eduardo Leite, vice-presidente da construtora Camargo Corrêa, relataram aos investigadores da Lava Jato contatos com Vaccari nos quais o tesoureiro teria solicitado doações ao partido oriundas de propinas obtidas em contratos das empresas com a Petrobras.

A defesa de João Vaccari Neto declarou que ele repudia as referências feitas pelos dois delatores e que o tesoureiro do PT não recebeu nem solicitou contribuições de origem ilícita para o PT.

Segundo a defesa, as doações solicitadas por Vaccari foram realizadas por meio de depósitos bancários, com toda a transparência e a devida prestação de contas às autoridades.

Nesta terça-feira, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, afirmou que Vaccari, que integra a Comissão Executiva Nacional da legenda, é "inocente até que se prove o contrário" e, enquanto não houver condenação, nenhum filiado será afastado do partido." Leia mais

«
Next
»
Previous