Vídeos

URGENTE VEJA



" });

Notícias em Foco

Mundo dos Esportes

Noticias Itaocara e Região

Saúde em Ação

OS ÚNICOS QUEM?

OS ÚNICOS QUEM?
CLICK NA FOTO

Galeria de Fotos

» » Entenda as razões da alta e os efeitos do dólar a R$ 3

Mercado reage às incertezas sobre a política de ajuste fiscal.
Exportadores ganham, mas efeitos negativos superam os positivos.

CÂMBIO
Logo após iniciar o dia quase estável, o dólar passou a subir e opera com alta de 0,48%, cotado a R$ 2,9949 frente ao real, às 9h30. O mercado segue atento às incertezas quanto ao ajuste das contas públicas, depois que o presidente do Senado rejeitou a medida provisória que trata de desonerações tributárias.

Embora tenho rompido a barreira dos R$ 3 pela primeira vez em mais de 10 anos nesta quarta-feira (4), após o presidente do Senado rejeitar a medida provisória que trata de desonerações tributárias, o dólar já vinha se valorizando. E a tendência, segundo analistas ouvidos pelo G1, é que a moeda dos EUA permaneça num patamar mais elevado diante do cenário político e econômico conturbado e das incertezas sobre o ajuste das contas públicas brasileiras.

“Romper a barreira dos R$ 3 tem um fator psicológico, mas não tem nada de muito crítico, pois não chega a ser uma barreira de verdade. Apenas chama a atenção demais”, afirma o professor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA-USP), Fabio Kanczuk. “A alta de hoje está mais associada a uma derrota política do governo do que a fundamentos do longo prazo”.

Para o economista da Tendências Rodolfo Oliveira, ainda não é possível afirmar que o patamar de R$ 3 veio para ficar." Leia mais

«
Next
»
Previous