Vídeos

URGENTE VEJA




" });

Notícias em Foco

Mundo dos Esportes

Noticias Itaocara e Região

Saúde em Ação

RÉVEILLON NO UNIÃO 2017

RÉVEILLON NO UNIÃO 2017
CLICK NA FOTO

Galeria de Fotos

» » PSOL DO RIO DE JANEIRO INDICA A EXPULSÃO IMEDIATA DO DEPUTADO CABO DACIOLO

Em novo pronunciamento, no dia de hoje, na tribuna da Câmara dos Deputados, o deputado cabo Daciolo, eleito pelo PSOL, mais uma vez envergonha o partido, sua militância, nossos eleitores e a população do estado do Rio de Janeiro, quando defende os policiais militares acusados pelo assassinato do pedreiro Amarildo e anuncia que os visitará na prisão para se solidarizar com eles.
Não é a primeira vez que o parlamentar faz declarações ou toma atitudes antagônicas com o programa, os princípios e a ética do PSOL.
No mesmo dia da sua posse, o deputado fez questão de tirar foto sorridente ao lado do fascista Jair Bolsonaro, na mesma semana em que a bancada do PSOL defendia a cassação do parlamentar por ter reivindicado o estupro e ter ofendido, com expressões machistas e misóginas, a deputada Maria do Rosário. Pouco depois, Daciolo defendeu que o ministro da Defesa deveria ser um oficial superior das Forças Armadas e adotou um discurso militarista, próprio da direita mais rançosa, em diversos pronunciamentos públicos. Mais grave ainda, recolheu assinaturas para uma PEC teocrática, contrária à laicidade do Estado, afirmando que “o poder não emana do povo, mas de Deus” — projeto que só não protocolizou por pressão de outros parlamentares da bancada e da direção do partido.
Os exemplos anteriores só reforçam linha de atuação incompatível com o partido, que hoje ultrapassou todos os limites com a defesa dos acusados do assassinato de Amarildo. É opinião da direção estadual do PSOL do Rio de Janeiro que essa linha de pronunciamentos não é produto do erro, mas uma decisão deliberada, com o claro objetivo de desprestigiar o PSOL.
Respeitamos os eleitores do cabo Daciolo, mas entendemos que o mandato dele não cabe no PSOL.
Por isso, diante dessa nova atitude inadmissível do deputado, a Executiva Estadual do PSOL do Rio de Janeiro se solidariza com a família de Amarildo, que sempre acompanhamos em sua luta por justiça, e DELIBERA:
a) AFASTAR o deputado cabo Daciolo dos quadros partidários;
b) indicar a imediata EXPULSÃO do deputado cabo Daciolo do Partido Socialismo e Liberdade, exortando que o Diretório Nacional, que é a instância com atribuições para decidir a respeito, acate esta indicação.

«
Next
»
Previous