Vídeos

URGENTE VEJA




" });

Notícias em Foco

Mundo dos Esportes

Noticias Itaocara e Região

Saúde em Ação

OS ÚNICOS QUEM?

OS ÚNICOS QUEM?
CLICK NA FOTO

Galeria de Fotos

» » ALCOA SUSPENDE PRODUÇÃO DE ALUMÍNIO NO BRASIL E DEMITE 650 NO MARANHÃO

COMPANHIA ENCERRA PRODUÇÃO DO METAL
PRIMÁRIO, QUE SERVE DE BASE PARA PRODUTOS COMO ESQUADRIAS PARA CONSTRUÇÃO CIVIL E INSUMOS D AUTOMÓVEIS.

A Alcoa, uma das maiores produtoras de alumínio do mundo, com sede nos EUA, anunciou, na segunda-feira (30/03) mais um corte de produção no Brasil, com a demissão de 650 funcionários na unidade de São Luís, no Maranhão. Com isso, a companhia deixa de produzir no país o alumínio primário, que serve de base para produtos como esquadrias para construção civil e insumos de automóveis. A medida é parte de uma estratégia global anunciada no início de março e que previa cortes de produção, fechamento de unidades e venda de ativos no mundo inteiro.

Embora esteja em linha com a estratégia anunciada recentemente pela matriz, o encerramento das operações de alumínio primário no Brasil começou a se desenhar em 2013. Primeiro, a Alcoa cortou a produção de 34 mil toneladas de em Poços de Caldas (MG) e 97 mil toneladas em São Luís (MA). Em março de 2014, um novo ajuste levou à redução de 85 mil toneladas na planta maranhense e de outras 62 mil toneladas na unidade Poços de Caldas, levando à paralisação total da produção na planta mineira. Ontem, a empresa anunciou o fim da produção remanescente de 74 mil toneladas da Alumar, em São Luís. Segundo a empresa, as demais operações no Brasil não serão afetadas e o processamento da bauxita para produção de alumina (que é a matéria prima do alumínio) será mantido nesta unidade." Leia mais

«
Next
»
Previous