Vídeos

URGENTE VEJA




" });

Notícias em Foco

Mundo dos Esportes

Noticias Itaocara e Região

Saúde em Ação

RÉVEILLON NO UNIÃO 2017

RÉVEILLON NO UNIÃO 2017
CLICK NA FOTO

Galeria de Fotos

» » Atenção Galera! De olhos abertos

Galera hoje vou trazer para vocês dois assuntos de grande importância.

Uma é para dizer que a Prefeitura entrou com uma ação contra a AMPLA por ter mutilado a nossa alfarroba.
Devemos acompanhar cada passo deste processo, segue ai o n º 0001822-22.2015.8.19.0025 conforme consta o link abaixo. É triste pois sabemos que nada vai reparar os danos causados, mas teremos a chance de faze-los pagar por este crime uma vez que as alfarrobas são tombadas pelo patrimônio público Lei 748 de 1º de outubro de 2007.



O outro assunto que devemos estar atentos é sobre o Vale Alimentação que a Câmara de Itaocara quer voltar para os Assessores no valor de R$500.00.

Uma vez que em outubro de 2013 este beneficio foi cortado porque se não fosse o Presidente da Câmara Roberto Cruz não conseguiria fechar as contas.

Quando foi em 2014 mais ou menos Março ou Abril a Câmara incorporou estes R$ 500,00 nos salários dos mesmos e sendo assim um Assessor que ganhava R$1.150,00 passou a ganhar r$ 1650,00.

Sabemos também que estes cargos de Assessores são só cabides de empregos e que nada fazem nem ao menos digitam um requerimento para seus Vereadores, não conhecem nada e não sabem de nada do que acontece lá na Câmara.

Conclamo a todos não deixarmos isso acontecer, pois é um tapa na cara dos trabalhadores, que ralam dia após dia e ganham muito menos e não contam com um beneficio deste.

Sigamos o exemplo da população de Santo antônio da Platina



Indignação de moradora mobilizou população de Santo Antônio da Platina.
Ao invés do aumento, vereadores decidiram pela redução salarial em 2017.



“Foi uma vitória para a população, um exemplo para todos”, comemora a empresária Adriana Lemes de Oliveira, que com sua indignação conseguiu mobilizar os moradores de Santo Antônio da Platina, no norte do Paraná, fazendo com que os vereadores desistissem de um aumento salarial para o prefeito e os próprios legisladores da cidade.

Um projeto de lei apresentado na Câmara Municipal previa o aumento do salário do prefeito dos atuais R$ 14,7 mil para R$ 22 mil, e dos vereadores, de R$ 3,7 mil para R$ 7,5 mil. Após a pressão popular, os legisladores desistiram do aumento e aprovaram uma emenda reduzindo os salários.

No dia da primeira votação, na terça-feira (14), a empresária se revoltou com o aumento e reclamou com os vereadores. O protesto foi registrado em vídeo, e as imagens se espalharam pela internet. A população acabou indo em peso à segunda votação, na quarta-feira (15), e o projeto inicial de aumento de salários foi alterado.

Por enquanto, o prefeito continuará ganhando R$ 14,7 mil. Mas a partir do próximo mandato, o salário será de R$ 12 mil, de acordo com a emenda do projeto.

Já a remuneração do presidente da Câmara, que está em R$ 4 mil, vai ser de R$ 970. A dos vereadores, que é de R$ 3,7 mil, também será de R$ 970. Todas as mudanças passam a valer em 2017.

A empresária conta que decidiu ir até a Câmara por ficar indignada com a proposta do aumento. “Vi a notícia e falei com meu marido o quanto aquilo era revoltante. Em nenhum momento esse aumento seria aceitável. Ainda mais no tempo que vivemos, com a crise que estamos passando no país”, conta Adriana. Leia mais
Só conseguiremos mudar se nos unirmos contra estes desmandos e abusos, juntos somos mais fortes.
Estarei indo esta semana novamente na Câmara para conversar o o Presidente João Batista Bitencourt, não darei trégua, e se caso este projeto vier mesmo estarei comunicando a todos nas rádios emeios de comunicação que estiver ao meu alcance. 
Ah já ia me esquecendo temos a obrigação também que os vereadores tomem uma providência quanto as irregularidades na Secretaria de Assistência social.

«
Next
»
Previous