Vídeos

URGENTE VEJA




" });

Notícias em Foco

Mundo dos Esportes

Noticias Itaocara e Região

Saúde em Ação

RÉVEILLON NO UNIÃO 2017

RÉVEILLON NO UNIÃO 2017
CLICK NA FOTO

Galeria de Fotos

» » Imagem mostra cratera formada por causa de explosão em porto chinês

Donos de armazém teriam utilizado influência para conseguir licenças.
114 pessoas morreram e mais de 700 ficaram feridas.

Uma imagem aérea mostra uma “lagoa” que se formou em uma cratera aberta pelas explosões que atingiram um armazém no porto chinês de Tianjin. O impacto da explosão pôde ser sentido em um raio de 10 km de distância. O último balanço indica que 114 pessoas morreram, 70 permaneciam desaparecidas e 700 ficaram feridas em decorrência da tragédia ocorrida em 12 de agosto.

A agência oficial de notícias Xinhua informou nesta quarta-feira (19) que o filho de um ex-chefe de polícia é um dos proprietários do armazém da Ruihai International Logistics, de acordo com a Associated Press. O outro é um ex-executivo de uma empresa estatal da área química. A imprensa local acusa os dois de se aproveitarem de seus contatos privilegiados para conseguir as licenças necessárias para instalação do armazém.

A explosão alimentou os temores de contaminação entre os 15 milhões de habitantes desta metrópole portuária do leste chinês e levantou a polêmica sobre o armazenamento de produtos químicos na região do porto. O vice-prefeito de Tianjin, He Shusheng, confirmou que "quase 700 toneladas" de cianureto de sódio estavam no local.

O chefe do órgão do governo responsável pela segurança industrial, Yang Dongliang, estava sob investigação por corrupção, segundo a Associated Presse. Yang já havia trabalhado por 18 anos em Tianjin na indústria do estado e do governo local, chegando a vice-prefeito executivo. Seu filho também foi interrogado. Leia mais

«
Next
»
Previous