Vídeos

URGENTE VEJA



" });

Notícias em Foco

Mundo dos Esportes

Noticias Itaocara e Região

Saúde em Ação

OS ÚNICOS QUEM?

OS ÚNICOS QUEM?
CLICK NA FOTO

Galeria de Fotos

» » Lava Jato: condenados e penas

Maioria atuava com Alberto Youssef no esquema de lavagem de dinheiro.
Nestor Cerveró e Paulo Costa, da Petrobras, estão na lista de condenados.

Até esta segunda-feira (17), 33 pessoas haviam sido condenadas em processos derivados daOperação Lava Jato. Três suspeitos foram absolvidos. As ações foram julgadas pelo juiz federalSérgio Moro na primeira instância.

As últimas condenações foram de Nestor Cerveró, ex-diretor da Área de Internacional da Petrobras, do lobista Fernando Baiano e de Júlio Camargo, ex-consultor da Toyo Setal. Eles foram acusados de envolvimento no esquema de fraude, corrupção, desvio e lavagem dinheiro descoberto na estatal.

Outras sentenças foram dadas a ex-executivos e funcionários das construtoras OAS e  Camargo Corrêa e a diversos criminosos que atuavam no esquema de lavagem de dinheiro operado por Alberto Youssef – ele é, até agora, o condenado a mais anos de prisão.

Veja a lista completa de condenados e, ao final, os absolvidos:

Agenor Franklin Magalhães Medeiros, diretor-presidente da Área Internacional da OAS
- 16 anos e quatro meses de reclusão por organização criminosa, corrupção ativa, lavagem de dinheiro

Alberto Youssef, doleiro acusado de ser o operador do esquema de corrupção

- 16 anos, 11 meses e 10 dias de reclusão porcorrupção passiva e lavagem de dinheiro

- 8 anos e 4 meses por corrupção passiva

- 9 anos e 2 meses de prisão por lavagem de dinheiro

- 5 anos em regime fechado por lavagem de dinheiro

- absolvido em dois processos por lavagem de dinheiro


Devido ao acordo de delação premiada, ele deve ficar 3 anos em regime fechado.


André Catão de Miranda, ligado a Youssef

- 4 anos em regime semiaberto por lavagem de dinheiro




Carlos Alberto Pereira da Costa, ligado a Youssef

- 2 anos e 8 meses por lavagem de dinheiro, substituída por restrição de direitos


Carlos Habib Chater, ligado a Youssef

- 4 anos e 9 meses de prisão em regime fechado por lavagem de dinheiro

- 5 anos e 6 meses em regime fechado por lavagem de dinheiro


Cleverson Coelho de Oliveira, ligado a Youssef

- 5 anos e 10 dias de prisão por evasão de divisas, operação de instituição financeira irregular e pertinência a organização criminosa


Dalton dos Santos Avancini, ex-presidente do Conselho de Administração da Camargo Corrêa

-15 anos e 10 meses de prisão por corrupção, lavagem de dinheiro e pertinência à organização criminosa

«
Next
»
Previous