Vídeos

URGENTE VEJA




" });

Notícias em Foco

Mundo dos Esportes

Noticias Itaocara e Região

Saúde em Ação

RÉVEILLON NO UNIÃO 2017

RÉVEILLON NO UNIÃO 2017
CLICK NA FOTO

Galeria de Fotos

» » Prefeitura terá convênio com veterinárias para fazer castrações

Procedimentos serão gratuitos e animais também vão ganhar chips para monitoramento

A diretoria de Proteção Animal, que faz parte da Secretaria de Meio Ambiente de Niterói, lança a partir da próxima segunda-feira, dia 20, edital para credenciamento de clínicas veterinárias para os procedimentos de castração pública. O objetivo é criar um controle da população animal que vive hoje na cidade, além de educar e orientar as pessoas que possuem animais de estimação. Os proprietários das clínicas deverão se cadastrar e participar do processo, que deve começar em agosto. As clínicas deverão apresentar a documentação necessária para análise dos setores responsáveis pelo programa.

“A diretoria de Proteção Animal vai realizar um levantamento em comunidades que consideramos mais carentes da cidade para saber quantos animais uma família possui e dar orientações sobre a prática da castração, que é vista com muito preconceito, e vamos esclarecer as dúvidas. Depois, encaminharemos os animais para as clínicas que vão estar cadastradas junto à Secretaria para que os procedimentos possam ser feitos. Tudo vai ser acompanhado e nós vamos mapear a cidade onde existem maiores incidências de abandono e também das doenças”, explica o diretor de Proteção Animal, Marcelo Pereira.

De acordo com o vereador e ex-secretário de Meio Ambiente de Niterói, Daniel Marques, os recursos para o custeio do serviço, para este segundo semestre, serão de R$ 20 mil, divididos para os repasses às clínicas. O vereador disse ainda que, para o ano que vem, já existe na Lei Orçamentária do município verba de R$ 100 mil prevista para o programa durante todo o ano de 2016, onde a expectativa é de que mais de mil animais possam ser castrados. O objetivo do projeto é criar um controle da população de animais da cidade e monitorar os casos de doença. Click Leia mais

«
Next
»
Previous