Vídeos

URGENTE VEJA




" });

Notícias em Foco

Mundo dos Esportes

Noticias Itaocara e Região

Saúde em Ação

OS ÚNICOS QUEM?

OS ÚNICOS QUEM?
CLICK NA FOTO

Galeria de Fotos

» » Estado paga segunda parcela dos salários até o dia 9 de dezembro

O governo do Estado do Rio vai parcelar os salários e os benefícios referentes a novembro de 47% do funcionalismo público. O crédito para todos os 505.806 vínculos será limitado em até R$ 2 mil líquidos. O valor sai nesta terça-feira para aposentados e quarta-feira para ativos. A diferença de quem ganha mais virá até o próximo dia 9. A medida atinge servidores do Executivo, incluindo a Procuradoria Geral e a Defensoria Pública.

O estado ressalta que, por motivos operacionais, os pagamentos dos inativos podem não aparecer na conta nas primeiras horas desta terça, mas será depositado ao longo do dia. Quem optou pela portabilidade terá o crédito a partir do meio-dia.

Não sofreram alteração os pagamentos dos 90.688 pensionistas, que receberam integralmente os benefícios de novembro entre os dias 24 e 30 do último mês. Ao todo, 53% do funcionalismo estadual vão receber os vencimentos normalmente, incluindo os servidores do Detran, já que o órgão tem receita própria.

As 12 entidades da Administração Indireta também pagaram os valores integrais aos funcionários. Não houve alteração no pagamento do Tribunal de Justiça, do Ministério Público e da Assembleia Legislativa. O governador, o vice-governador e os secretários de estado receberão a totalidade dos seus subsídios até o próximo dia 9.

13º SALÁRIO EM DÚVIDA — 

Para a equipe econômica do estado é praticamente impossível pagar a segunda parcela do 13º salário de uma só vez no dia 17. Entre as alternativas em estudo está a divisão do abono em duas parcelas. A última parte seria paga até o dia 30 de dezembro.

CORTE POR VÍNCULO
O estado decidiu efetuar a divisão do pagamento por vínculo e não por CPF dos servidores, já que profissionais da Educação e da Saúde, por exemplo, têm mais de duas matrículas. Desta forma, eles vão receber até R$ 2 mil líquidos por vínculo. O governo ressaltou ainda que todas as pensões alimentícias serão pagas integralmente, independentemente do valor.

FOLHA DE R$ 1,9 BILHÃO
A folha deste mês é de R$1,9 bilhão. Dos 505.806 vínculos, 248.419 são de ativos, 166.699 de inativos e 90.688 pensionistas. Em nota, o governo informou que “a nova data estabelecida para a folha de novembro é resultado da queda na arrecadação do estado, assim como do agravamento da crise econômica do país”.

QUEDA REAL DE 16%
O estado justificou o parcelamento dos salários destacando que somente em outubro, a receita registrou queda real de 16%. “A arrecadação com royalties será R$ 6 bilhões menor, em 2015, do que o previsto no início deste ano”. O estado gerou R$ 12 bilhões em receitas extraordinárias após providências tomadas.

QUEIXA GERAL
No Blog da Coluna do Servidor a reclamação do funcionalismo público foi geral. Grande parte defendia que os serviços prestados por eles também deveriam ser “parcelados”, uma vez que o salário será pago em duas parcelas. Também houve queixa pela decisão ser avisada em cima da hora, sem programação antecipada.
>>>>FONTE

«
Next
»
Previous