Vídeos

URGENTE VEJA




" });

Notícias em Foco

Mundo dos Esportes

Noticias Itaocara e Região

Saúde em Ação

RÉVEILLON NO UNIÃO 2017

RÉVEILLON NO UNIÃO 2017
CLICK NA FOTO

Galeria de Fotos

» » Temer escolhe tucano Aloysio Nunes para liderança do governo no Senado

Senador do PSDB foi ao Palácio do Planalto para receber convite oficial.
Aécio Neves foi consultado sobre indicação para liderança do governo.
O presidente em exercício, Michel Temer, definiu nesta terça-feira (31) o tucano Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) para o posto de líder do governo no Senado. Segundo assessores do Palácio do Planalto, antes de convidar o senador do PSDB para a vaga de liderança, Temer consultou o presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG).

Ainda de acordo com a assessoria do presidente em exercício, Aécio avalizou a indicação do colega de partido para a lidença do governo no Senado. Na eleição presidencial de 2014, Aloysio Nunes concorreu a vice-presidente na chapa encabeçada por Aécio Neves.

Confirmada a "bênção" da cúpula tucana, Aloysio foi ao Palácio do Planalto, no início da tarde desta terça, para ouvir de Temer o convite oficial para a vaga.

Cabe aos líderes do governo na Câmara e no Senado fazer a interlocução entre o Planalto e o parlamentares. Os líderes também são responsáveis pela articulação, dentro do Legislativo, com a base aliada.

Além da liderança do governo no Senado, o PSDB passou a comandar, na gestão Temer, três ministérios: Relações Exteriores, com o senador licenciado José Serra (SP); Cidades, com o deputado licenciado Bruno de Araújo (PE); e Justiça e Cidadania, com Alexandre de Moraes, ex-secretário de Segurança Pública de São Paulo.

Mulheres
A escolha de Aloysio para a liderança do governo no Senado frustra as expectativas de que Temer indicaria uma senadora para a função.

Segundo a GloboNews, o presidente em exercício estudava o nome de uma mulher para a liderança no Senado como resposta às críticas de que não havia mulheres no alto escalão do governo.

As senadoras Simone Tebet (PMDB-MS) e Ana Amélia (PP-RS) chegaram a ser cotadas para o cargo. >>>>FONTE

«
Next
»
Previous