Vídeos

URGENTE VEJA



" });

Notícias em Foco

Mundo dos Esportes

Noticias Itaocara e Região

Saúde em Ação

OS ÚNICOS QUEM?

OS ÚNICOS QUEM?
CLICK NA FOTO

Galeria de Fotos

» » Dornelles: verba federal não vai pagar a folha de servidores do estado

Data da segunda parcela dos salários pode ser decidida em reunião nesta quarta-feira

RIO - O governador em exercício Francisco Dornelles confirmou na terça-feira que não usará os R$ 2,9 bilhões do socorro do governo federal ao Rio para pagar salários dos servidores. Nesta quarta-feira à tarde, Dornelles deve se reunir com o secretário estadual da Fazenda, Julio Bueno, para verificar se há recursos no caixa para quitar até amanhã a segunda parcela dos vencimentos de maio.

— Vamos avaliar a situação do caixa e ver se há dinheiro suficiente — disse.

Pela manhã, o governador se reuniu com o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, no Palácio Guanabara. Dornelles disse que o encontro teve o objetivo de tranquilizar Beltrame quanto à destinação dos recursos federais para a área de segurança. O governador afirmou que a prioridade será a manutenção e o abastecimento da frota da Polícia Militar.

No sábado, ele antecipou ao GLOBO que a PM só tinha combustível para abastecer os veículos até o fim desta semana.

— A segurança é prioritária, temos que solucionar os problemas da área. A frota da polícia corre o risco de parar. Conseguimos fazer uma ginástica financeira e só aguentaremos até o fim da semana. Beltrame está preocupado — disse Dornelles na entrevista de sábado.

Nas últimas semanas, o secretário de Segurança não tem disfarçado seu descontentamento com o impacto da crise na área de segurança. Nos bastidores, há rumores de que ele estaria inclinado a deixar o cargo. No entanto, o governador tentou afastar essa possibilidade:

— O Beltrame está mais forte do que nunca. Cada dia ele cresce mais no meu conceito.

EXPLICAÇÕES À ALERJ

Mesmo tendo conquistado respeito à frente da pasta desde 2007, Beltrame tem sido criticado por deputados na Alerj. Ontem, a bancada do PMDB se reuniu e aprovou um convite para que o secretário compareça à Casa na terça-feira, para explicar como pretende conter a escalada da violência no estado.

A decisão foi tomada pelo presidente da Casa, Jorge Picciani (PMDB), numa tentativa de acalmar os ânimos de seus pares. Picciani saiu em defesa do secretário e afirmou que se trata de um servidor público exemplar.

— Beltrame é uma referência. O secretário tem enfrentado dificuldades por falta de recursos, e muitos deputados estão preocupados com as áreas que estão fora do eixo das Olimpíadas, que estão desguarnecidas. O próprio secretário reconhece isso. Vamos discutir com ele sobre como priorizar essas áreas de maior incidência (criminal) — afirmou Picciani.

Em nota, a Secretaria de Segurança informou que Beltrame “sempre esteve à disposição dos parlamentares para quaisquer esclarecimentos”. >>>>FONTE


«
Next
»
Previous