Vídeos

URGENTE VEJA



" });

Notícias em Foco

Mundo dos Esportes

Noticias Itaocara e Região

Saúde em Ação

OS ÚNICOS QUEM?

OS ÚNICOS QUEM?
CLICK NA FOTO

Galeria de Fotos

» » Conheçam Diego Che, do erudito ao popular, Bombando na internet com mais de 1 milhão de visualizações

Minha paixão pela música é algo declarado, normalmente quando encontro um tempinho para publicar no blog é referente há algum evento ou artista ligado a esse meio.
Um dia desses, enquanto passeava entre as postagens de uma rede social, o vídeo de um violinista me chamou a atenção, como sou louca por esse instrumento fiquei curiosa para assistir, foi quando me deparei com um músico talentoso, jovem, carismático e capaz de reproduzir num instrumento erudito, um repertório super diversificado, popular, numa perfeição surpreendente, fazia todo o sentido 1 milhão de visualizações (isso mesmo, 1 MILHÃO!).
Meu tino jornalistico não se conteve(rs), em muito pouco tempo descobri que fora das câmeras e por trás daqueles óculos escuros existia mais do que um músico absurdamente talentoso, mas, uma pessoa com uma história linda, um exemplo de força de vontade, dedicação, um cara tão gentil, solicito e educado que a cada conversa que temos aumenta minha admiração por ele.
Fiz o convite para fazermos uma matéria e para minha alegria ele prontamente aceitou! Então, para os que ainda não tiveram a oportunidade de conhece-lo, lhes apresento Diego Che!
Diego Nascimento, conhecido como Diego Che, tem 29 anos, oriundo de São Paulo Capital, nascido e criado no Sapopemba, um bairro simples e humilde, assim como sua família, o que garante não ter sido empecilho para desfrutar de uma infância proveitosa, simples e feliz.

Quando perguntei sobre a influencia musical, nosso artista afirmou ser muito eclético, (o que realmente podemos constatar quando assistimos os vídeos em sua página, existe uma gama de ritmos). Diego foi criado num ambiente musical, apesar de não ter músicos na família, a melodia sempre esteve muito presente em sua vida, seja pelo gosto do pai que ouvia variados rits internacionais, tendendo para os bailes dos anos 60 e 70 ou para o de sua mãe, que escutava bandas nacionais como "Só pra Contrariar" e "Raça Negra".

Sua curiosidade pelo violino se pronunciou muito cedo, seu pai conta que aos 3 anos quando Diego escutava o instrumento pelo rádio ou tv ficava aficionado, procurando de onde vinha aquele som extasiante. Devido a dificuldade financeira e por ser um instrumento tão distante da realidade do "menino da favela", ficava complicado imaginar que um dia seria possível aprender e desenvolver essa paixão.

Mas, quando as coisas estão destinadas, elas simplesmente acontecem, a mãe de Diego começou a participar de uma igreja evangélica, na época ele estava com 8 anos, nesta igreja havia uma escolinha de música com orquestra, e lá davam aulas de violino, onde teve a chance de estudar e desenvolver o seu dom, em muito pouco tempo já se destacava entre os demais, sendo o mais novo da orquestra e com um talento gigantesco era o "xodozinho" da igreja, com o tempo e incompatibilidade de pensamento, Diego deixou de frequentar a igreja e consequentemente a orquestra, mas se mostra muito agradecido e fala com muito carinho sobre a qualidade musical e o valor do ensinamento naquele momento de sua vida, com a simplicidade de reconhecer que se não fosse por eles com certeza não teria tido a oportunidade de aprender a tocar, devido a origem e situação financeira de sua família na época.

A vida seguiu e Diego foi atrás do que todo garoto que busca um futuro digno deveria fazer, estudou muito, aliás o estudo sempre foi um aliado para o nosso músico, seu interesse pelo aprendizado e força de vontade fez com que aos 16 anos já estivesse terminando o 2º curso técnico em escolas bem concorridas de São Paulo, o menino humilde de escola pública competindo por um espaço com outros alunos vindos de escolas mais preparadas, mas isso nunca o assustou ou desanimou, pelo contrário, ele sempre soube que o estudo seria o que o levaria para uma vida melhor, logo após cursou mecatrônica, informática...
"A gente que é de família simples tem que prezar pelo que é certo", diz Diego quando conta que naquela época não tinha quem o orientasse para a possibilidade de ter a música como seu material de trabalho, que poderia viver deste dom e se consagrar como músico profissional e bem sucedido.
Diego entrou para faculdade de Publicidade e encontrou na profissão, uma outra paixão que pode proporcionar maior conforto e estabilidade a sua vida, neste momento a música era apenas um "hobby", uma brincadeira, mas nunca deixou de estar presente.

Há uns 3 anos atrás, em casa assistindo vídeos pela internet, foi surpreendido por um violinista gringo que tocava uma música popular e ficou encantado com a ideia de reproduzir músicas que estivessem ao alcance de todos, o que para ele seria interessantíssimo já que possui o que chamam de "ouvido absoluto" (capacidade de perceber e dar nome a cada uma das notas que chega ao seu ouvido, tornando possível reproduzir a música sem partitura, apenas tendo escutado poucas vezes. Uma em cada 10.000 pessoas possuem essa habilidade). 


Os amigos sempre o estimulavam a produzir e postar vídeos, até que enfim, resolveu fazer, produziu um vídeo despretensioso para os amigos curtirem, sem a intenção ou projeção de algo para isso, o que ele não esperava é que no dia seguinte da postagem acordaria com o celular travado e com 700.000 visualizações no seu primeiro vídeo, ele ficou assustado e sem entender direito o que estava acontecendo, começou a postar mais músicas, era algo gratificante por ser uma paixão de infância mas nunca pensou em lidar com isso como profissão ou abandonar seu emprego financeiramente positivo, para viver de música. A brincadeira foi ficando séria e em 4 meses apenas, já tinha vídeo seu postado na página do "Cifras" com 1.500.000 visualizações, resolveu montar a sua própria página para quem quisesse curtir sua música e desta forma disseminar a arte, outros vídeos foram replicados em outras páginas também renomadas e muitas portas foram se abrindo para nossa artista.

Mas a vida, como sempre, surpreendeu nosso músico, pouco tempo antes ele teve um problema de saúde e precisou se afastar da empresa que trabalhava, toda preocupação da entrega a música e de prejudicar seu trabalho como publicitário agora estavam em risco por um problema sério que teve na coluna, Diego se ausentou de tudo para fazer o tratamento, abandonou a página por um ano, dedicando seu tempo a saúde e quando pode voltar ao trabalho foi demitido. 

A música que antes era hobby poderia ser nesse momento tudo o que ele tinha e precisava, começou a trabalhar incansavelmente com dedicação e o êxito veio, vivendo do que se ama e tendo retorno financeiro.
Sua página cresce de forma constante e diária, atingindo uma visibilidade inesperada, sendo sondada por artistas ja consagrados na mídia, como Maiara e Maraisa, Henrique e Juliano, Banda Polo, a banda de Reggae americana SOJA e tantos outros artistas e fã-clubes, inclusive esta semana recebeu um contato especial da mãe da dupla Maiara e Maraisa, pedindo a produção de um vídeo.

A paixão pela música, pelo violino que sempre esteve presente em sua vida, agora é o que a torna mais especial e concreta.
Muitos convites para eventos estão surgindo e tenho certeza que é apenas o começo de uma história linda de dedicação, superação, estudo, talento e sucesso! A prova que as adversidades da vida podem ser superadas quando a vontade da conquista é construída com uma base sólida, de amor e humildade.
Um cara que transmite mais do que talento e um som delicioso para nossos ouvidos, ele consegue transmitir uma energia boa que o torna ainda mais especial! Virei fã! >>>>>>FONTE

Matéria Paula Erthal!



Contato:
Diego Che
facebook: www.facebook.com/diego.che.che
Instagram:@diegocheche
e-mail: diego.nascimento5@gmail.com
tel.: (11)97062-2045 / (11)2143-3503

«
Next
»
Previous